Notícias

Mulher realiza cirurgia de pálpebras

Cirurgia de pálpebras | 5 coisas que você precisa saber

Compartilhe:
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInShare on TumblrPin on PinterestEmail this to someone

A cirurgia de pálpebras, ou blefaroplastia, como também é conhecida, consiste na retirada do excesso de pele e gordura da região das pálpebras. O procedimento também remove rugas e proporciona um olhar rejuvenescido. Esta cirurgia pode ser realiza tanto na pálpebra inferior quanto na superior, e em alguns casos é combinada com a aplicação de botox para melhorar os resultados estéticos e a harmonia do rosto. Conheça 5 coisas que você precisa saber antes de se submeter à cirurgia de pálpebras.

Em quais casos a blefaroplastia é indicada?

A cirurgia de pálpebras é geralmente indicada para pacientes acima de 30 anos que apresentam excesso e/ou flacidez na região das pálpebras, para quem tem bolsas de gordura na pálpebra inferior ou queda da pálpebra por causas musculares.

Como é feita a cirurgia de pálpebras?

Primeiramente, o cirurgião marca o excesso de pele a ser retirado e, após, é aplicada a anestesia local com sedação ou geral. Com o bisturi, o cirurgião remove toda a pele, e em seguida, cauteriza, trata as bolsas de gordura e dá pontos na região exterior das pálpebras. Os pontos podem ser absorvíveis, que caem sozinhos, ou removíveis. Alguns cirurgiões preferem utilizar adesivos cirúrgicos na pele ao invés de dar pontos.

Como fica a cicatriz após o procedimento?

A cicatriz fica discreta, pois se localiza exatamente na dobra da pálpebra superior, ou, no caso da pálpebra de baixo, embaixo dos cílios inferiores.

Quais são os cuidados pós-cirúrgicos?

Após a cirurgia, o médico cirurgião indicará o uso de antibióticos preventivos e analgésicos para a dor. O uso de colírios para lubrificação dos olhos também pode ser prescrito. A higienização da área deve ser feita com água e sabão, uma vez que não há curativos no local. Deve ser feito repouso de uma semana até a retirada total dos pontos, além do uso de óculos escuros por cerca de 30 dias, até que a cicatrização esteja completa. A ação do sol pode dificultar a cicatrização e deixar a pele da região com manchas.

Quem não pode se submeter à cirurgia de pálpebras?

Paciente com doenças crônicas como diabetes, hipertensão e insuficiência cardíaca devem passar por uma avaliação criteriosa do médico. Pessoas com problemas de visão, como miopia ou hipermetropia, podem fazer a cirurgia sem qualquer problema.

Na Clínica Inova,clínica de cirurgia plástica no Rio de Janeiro , os cirurgiões são certificados pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica. Agende uma consulta!

Deixe um comentário!

0 Comentários

Comente

Desenvolvido por Fizzy Marketing Digital