Miniabdominoplastia

Compartilhe:
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInShare on TumblrPin on PinterestEmail this to someone

Como o próprio nome sugere, consiste num procedimento cirúrgico para pequenas correções na estrutura do abdome. Em geral, é realizada por pessoas que não estão fora do seu peso ideal ou estão ligeiramente acima, mas apresentam flacidez na região abaixo do umbigo. A cirurgia se concentra na retirada de pele especificamente.
A abdominoplastia convencional usa o excesso de pele para ligar o púbis à parte superior acima do umbigo, o que não ocorre com pessoas num quadro de normalidade de peso. Não há excesso de pele que justifique uma cirurgia comum. Para isso a miniabdominoplastia é a indicada e os resultados são altamente satisfatórios.

Quem pode fazer a Miniabdominoplastia?

Em geral, a avaliação da necessidade passa pelo médico procurado e pela vontade do paciente em se submeter ao procedimento. É preciso fazer os exames de risco cirúrgico e controlar doenças como diabetes e hipertensão, caso elas existam.
Os exames pré-operatórios são fundamentais para análise do histórico do paciente quanto a doenças pré-existentes, outras cirurgias no local, eventuais variações de peso e histórico de gravidez, no caso de mulheres. Lembrando que é fundamental manter um estilo de vida saudável para que os resultados sejam atingidos e mantidos
Outro importante ponto é que a miniabdominoplastia, ao contrário da abdominoplastia convencional, requer menor tempo de internação anterior à realização da operação. Dessa maneira o paciente necessita apenas de um jejum de 8 horas e a suspensão total de medicamentos que possam afetar fatores fisiológico, como a coagulação sanguínea, por exemplo.

Como é realizada a Miniabdominoplastia?

Após a internação, o paciente recebe uma anestesia tipo raqui, que é aplicada nas costas e perderá sensibilidade acima do umbigo até as costas. Entretanto, não há regra. Existem médicos que preferem anestesia local e sedação. A avaliação do cirurgião, junto com o médico anestesista, servirá de base para decidir qual o melhor a ser feito para cada paciente, de acordo com suas necessidades e limitações. O julgamento é sempre individual, respeitando cada caso separadamente. A cirurgia não leva mais do que duas horas e ainda pode contar com uma lipoaspiração para amplificação dos resultados. Mas esse tempo pode variar de acordo com as necessidades que se apresentem ao longo da execução.

Pós-operatório da Miniabdominoplastia

Por ser um procedimento muito mais simples que abdominoplastia, esta cirurgia dá condições do retorno às atividades normais cerca de uma semana depois da sua realização. Entretanto, isso varia de acordo com cada paciente e suas características de recuperação. É importante lembrar que mesmo sendo mais simples, é um procedimento cirúrgico e como tal, deve ter cuidados e excessos devem ser evitados a fim de prevenir o aparecimento de hematomas.
Em até 21 dias, as marcas inerentes à operação devem sumir do corpo. Deve-se tomar cuidados quanto à exposição solar. O resultado final pode ser observado num período que pode variar de 4 a 6 meses num momento posterior à cirurgia.

Desenvolvido por Fizzy Marketing Digital