Notícias

homem com cuidado com seus cabelos

O que é implante capilar?

Compartilhe:
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInShare on TumblrPin on PinterestEmail this to someone

A perda ou queda de cabelos é um processo natural, uma pessoa jovem perde entre 50 a 100 fios por dia do couro cabeludo. Se levarmos em consideração que uma pessoa saudável possui em média 100 mil fios na sua cabeça, essa queda é muito pequena. Com o passar dos anos, esse número aumenta um pouco, ao envelhecemos, nossos cabelos vão se tornando cada vez mais escassos e finos.

Porém existem pessoas que sofrem com uma queda de cabelos mais acentuada, o que possivelmente é sinal de algum problema de saúde. Mas como identificar se já virou atípico e se é necessário algum tipo de tratamento? Existem alguns sinais de que a queda capilar pode indicar problemas de saúde.

A falta de ferro no organismo, doenças autoimunes, infecciosas ou problemas na tiroide são alguns fatores que levam à perda de cabelo. Descobrindo o motivo junto ao seu médico, é possível determinar a velocidade que isso ocorrerá, a quantidade que perderá com o tempo e quais locais poderão ser mais afetados, informações que sempre deverão ser fornecidas pelo médico especialista.

Diferença entre queda e calvície

Ao contrário do que muitos pensam, existe uma diferença entre queda de cabelo e calvície. A primeira afeta a maioria homens, apesar de algumas mulheres também sofrerem com o problema. Calvície é a falta de cabelo na cabeça, que costuma ocorrer de forma lenta e gradual.

O grande responsável nesse caso é a testosterona, hormônio sexual masculino. Sua baixa produção pelo organismo leva à queda do cabelo. As mulheres também produzem esse hormônio, embora em quantidade bem menor e por isso sofrem menos com o problema.

Cerca de 50% dos homens sofrem com queda e afinamento de cabelo, em contrapartida, apenas 5% de mulheres, e muitas vezes esse problema pode ser genético. Atinge normalmente o couro cabeludo, porém pode ocorrer em todo o corpo. Dependendo da causa, há distintas maneiras de ser tratar. A calvície pode ser temporária ou permanente.

A principal causa da calvície é a predisposição genética, mas outros fatores, como transtorno obsessivo compulsivo, conhecido como tricotilomania, afetam a saúde capilar. Neste transtorno a pessoa sente necessidade de arrancar os próprios fios, fazendo com que extensas áreas do couro cabeludo sejam afetadas, abrindo “clarões” no couro cabeludo.

Como é feito o implante capilar?

É um transplante de cabelo feito através de cirurgia, onde são recolocados os fios retirados do paciente de outras áreas do couro cabeludo ou do corpo. As regiões posteriores e laterais do couro cabeludo não possuem receptores para a testosterona, diferentemente da região frontal, que pertence a uma origem embriológica diferente das regiões laterais e posteriores.

No tratamento são retirados os folículos capilares das regiões posterior e lateral, os fios carregam consigo as características embriológicas, sem hormônio, o que garante que os cabelos transplantados não serão rejeitados.

Mesmo que os fios caiam após a cirurgia, a raiz permanecerá, o que leva a um crescimento de 0,6 a 0,9 cm ao mês. Lembrando que os resultados só são visto a partir do segundo mês após o transplante.

É um procedimento indolor, relativamente simples, que consiste na retirada de uma faixa, em média de 1,5 cm a 2 cm, podendo variar de acordo com o tamanho da extensão do couro cabeludo. Por isso, não tenha medo e procure um médico especialista para determinar se o implante é mesmo necessário.

A equipe médica da Inova,clínica de cirurgia plástica em Botafogo, está à disposição para tirar todas as dúvidas e explicar todos os procedimentos para quem precisa ou deseja saber mais sobre cirurgia de calvície implante capilar. Estamos localizados na Rua Real Grandeza, fácil acesso. Marque sua consulta. Estamos esperando você!

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário!

0 Comentários

Comente

Desenvolvido por Fizzy Marketing Digital